18 de dezembro de 2018

Encristado

Tela: El pescador (1904), Joaquín Sorolla y Bastida

Só tem tamanho, não é de nada
aquele que tantos dão-se a temer.
Sofre náuseas, quer sair de casa
então se arroja... Pra se recolher.
Cresce metros e morre na praia:
o mar que intimida, sabe tremer!


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).