27 de agosto de 2018

O porvir

Tela: Polyphony2 (1932), Paul Klee

Com blocos e argamassa
todos lidam, e poucos notam
que vai se dando em etapas
acidentais ou categóricas
a elevação de uma casa
onde a estada é compulsória.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário