20 de agosto de 2018

Niveal

Tela: Winter (1896), Alfons Mucha

Bate às portas um peregrino
e quem se prontifica a aceitar?

É pouco o que resta de viço
e constrange a compartilhar!

Será que uns pensam consigo
se Deus se põe a zangar,

por deixar quem busca abrigo
sentindo-se "sem lugar"?

De norte a sul, meio perdido,
(mas com hora de ir e voltar)

em trapos, quer ser bem-vindo
- sem nada em troca pra dar.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário