31 de maio de 2018

Alpino

Tela: Hoher Göll im Alpenglühen (Hoher Goell in Alpine Glow) - 1846 - Carl Rottmann

Enquanto a tardinha tremula
e a vista esboça um adeus,
ele, impassível figura,
a tantos assim pareceu
que algo em si dissimula.

Mas eis que desfralda o breu
e nesse divã ante a lua
revela o recôndito eu
que sua feição sempre dura
é aquilo que há de mais seu.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário