29 de abril de 2018

Vernal

Foto de Takashi .M from Tokyo, Japan

Não é duro inferir,
se ficou de andanças
na passagem dela:

sabe-se que veio aqui
pelos balangandãs
dispersos na relva.


28 de abril de 2018

Negligentes

Tela: Nocturne in Blue and Silver (ca. 1885), James McNeill Whistler

Há certas gavetas
que, quando se abrem,
não têm rosas secas
nem embalagens
pra evocar quem se quis.

Lembram a Estrela
que, quando parte,
se desleixa
em legar à paisagem
ao menos um souvenir.


27 de abril de 2018

Dedução

Tela: Fishing Party (1850), Fitz Henry Lane

Para H.

Se não garante constância ao cume
nem a raiz de garras muito fundas,

a soledade no porvir, um lago intui
embora a lua, a noite toda, ele possua.


25 de abril de 2018

Arrufo

Tela: Solglöd (Afterglow) - 1909 - Karl Nordström

Sua presença é tão intensa
quanto a duração, efêmera.
Se todos mostram têmpera

quando a retirada é certa,
por dar as costas, a serra
se torna exceção à regra.


23 de abril de 2018

Sangue-frio

Foto de böhringer friedrich

Depois de toda a noite em claro
tecendo trajes finos de brocados
e ver tudo desfeito cedo e rápido
pela estrela de perfil muito cálido
não desanima, o Sereno (algo raro)
de mais tarde refazer seu trabalho.


22 de abril de 2018

Inconstantes

Tela: Rain (1908), Bertha Lum

Para H.

Que parecença alguns mostram
com um céu reticente
que dedos verdes brinda com joias
(uma vez denso, de repente)
mas que depois as leva embora -
justo quando fica quente!


18 de abril de 2018

Ocasião

Tela: Лунная ночь. Здравнёво. (Moonlight night. Zdravnevo.) - 1896 - Ilya Repin

Em vão o silêncio simula
ter palavra nenhuma.
Pois ela apenas se oculta
numa faixa obscura,
que se julga profunda.

E com outras se acumula
até a hora oportuna
quando algo, ali, se insinua
tal como, do alto, a lua
pondo a mão na água turva.


17 de abril de 2018

À la carte

Tela: Starry Night (1888), Vincent van Gogh

A preferências inalteradas,
o Dia dispõe seu cardápio:
pro verde, a luz de entrada
pra rosa, o jardim marinado
e com uma noite estrelada
o azul quer se ver salpicado.


16 de abril de 2018

Visitinha

Tela: The postman always rings twice (2013),
Jules Grandgagnage

Para H.

A certeza é um consolo
que se recebe com deleite,
pois se ajusta no todo.
"Mas, se inquieta no ambiente!",
nota o anfitrião probo
que ante a partida iminente
abre mão dos engodos
pra quem já está no alpendre.


14 de abril de 2018

Superfícies

Tela: Breakwater, San Sebastian (1918), Joaquín Sorolla y Bastida

Para P. L.

Se disfarça, o oceano,
que leva algo no âmago
as ondulações, no entanto,
revelam muito sob o pano!

De prever, não me ufano,
que um rosto tão lhano
um tumulto tamanho,
ele vinha aplainando.


11 de abril de 2018

Mau gênio

Tela: A má notícia (Bad news) - 1897 - Belmiro de Almeida

Vem de longe a rivalidade
mas o porquê, mal se sabe:
com a crueza de um sabre,
intercepta a felicidade,
o que atende por finidade.


6 de abril de 2018

Fardos

Tela: Paradiesszene (1917), Fritz Wingen

"Muito pouco tem a fazer,
aquele que é tão amado!" -
fica o amante a se condoer
não obstante equivocado:
é que compete ao bem-querer
trazer o Céu pro seu lado.


5 de abril de 2018

Fortuna

Tela: Catalina Island Coast under a Moonlit Sky (1920), Granville Redmond

Traz uma dívida passiva,
todo ser que ama -
custosa de extinguir.

A lua, com poucas divisas,
se põe soberana
a amortizá-la ao reluzir.


4 de abril de 2018

O astro

Tela: Sonnenuntergang (Brüder) oder Abendliche Landschaft mit zwei Männern -
Sunset (Brothers) or Evening landscape with two men - 1830-5 - Caspar David Friedrich

Chega com espalhafato -
um mundo dá notícia.
Mas, ao percurso, aplicado
a tal ponto se refina
que mais tarde, avexado,
sumirá atrás da linha.


3 de abril de 2018

O Sofista

Tela: Anglers on a River Sunset (1817), Arthur Parton

Para H.

A sombra da sua despedida,
ao longo das horas, fica clara.

Porque mostra calor ainda,
acha que a Terra não viu nada.


2 de abril de 2018

Cenários

Tela: Fair Rosamund (1916), John William Waterhouse

De que adianta um quinhão pródigo,
se te cativou um sorriso?
Não tem mais monta o sítio inóspito
com o ir e vir garantido?


1 de abril de 2018

Mecanismo de defesa

Tela: Зонтик (The Umbrella) - 1883 - Marie Bashkirtseff

Para H.

Por vezes, é tão dolorido
à vista que não é turva
se expor ao que não é fino,
que ela se enche de escusas -
como se o anil lá no cimo
(num dia de muita chuva)
só por estar recolhido
escondesse nas dobraduras
um outro tom imprevisto.