21 de junho de 2018

Ancoradas

Tela: Viento - Ricard Urgell i Carreras (1873-1924)

A corrente que a todos cerca
a alguns, atesta a serventia:
excita palmas; sopra velas
e as folhas do livro da vida,
mal se arrastam de seu lugar.


20 de junho de 2018

Dúvida

Tela: Crepuscolo - 1885-95 - Francesco Danieli

Quando a tarde desce o pano,
põe suspenso seu martírio:
virar noite ou seguir dia?

No rasto dos humanos
- hora turva, e é tão nítido! -
o céu se mostra outro que vacila.


19 de junho de 2018

Desassossegos

Tela: Закат у моря (Sunset at Sea) - 1864 - Ivan Aivazovsky

Tanto o que não se acomoda
e desponta com ares de partida.
O sol é um: chega na aurora
e não disfarça o ocaso em vista.


18 de junho de 2018

Cena

Foto de Brian Stansberry

Mesmo a luz esperneia na partida:
agarra-se ao céu com mãos aflitas;
arrasta-se e o risca de ametista...
Até, exausta, ceder pro breu à vista.


17 de junho de 2018

Rupturas

Tela: Red Sunset on the Dnieper - 1905 - Arkhip Ivanovich Kuindzhi

É o muito que se junta
ou um ínfimo detalhe
que faz ir, de repente,
uma pareja pelos ares?

Peleja nessa dúvida
todo dia, a paisagem
quando, no poente,
some a contraparte.


16 de junho de 2018

Pas de deux

Tela: Before the Storm (Clouds) - 1866 - Karel Purkyně

Um vendaval é alvissareiro
se não pra todos, para a grama:
ele sopra que o céu inteiro
em seus braços (já, já) se lança.


15 de junho de 2018

A grama

Foto de Nathan O'Nions

Se faz sol ou chove à beça,
se ganha pisada ou flor amarela;
nas alturas, viceja a inveja
dessa constância que paira nela.


14 de junho de 2018

Embaraço

Tela: Seenlandschaft bei Mondschein, Giuseppe Canella the Younger (1837-1913)

Quem vê o rio denodado
arrojar-se no mar bravo
estranha, após o ocaso,
ele tremer, ressabiado,
com a lua em seus braços.


13 de junho de 2018

Oblação

Tela: Quiet moonlight (beyond Catalina Island) - 1907 - Granville Redmond

Na superfície já se nota
que a partículas não toca
deixar uma imensidão plena.

Mas ela insiste e retorna,
pois tenta ser qual a hóstia:
nutrir fundo, mesmo pequena.


12 de junho de 2018

A prova

Tela: Marie Gallén auf der Kuhmoniemi-Brücke (1890), Akseli Gallén-Kallela

Somente um juízo raso
sentencia que é quente:

fazer do nascer ao ocaso
tudo, ao ontem, indiferente

é um indício arrazoado
de que frieza, traz latente.


10 de junho de 2018

Recato

Tela: Morgenlandschaft (Aurora) - circa 1606 - Adam Elsheimer

Para P. L.

Cobriram-na com tanta joia,
que simplesmente assentiu.
À vaidade, se viu exposta -
assim, por horas, se retraiu.
Pra não soar uma incógnita,
ao silêncio, não sucumbiu:
abriu a boca e saiu "Aurora!",
quando todo enfeite sumiu.


O Sentimento

Imagem de Gerhard Munthe (1918) -
Fonte: Nasjonalbiblioteket from Norway

Para P. L.

Um espetáculo acontece
a cortinas cerradas:
começa muito lento
até a hora da catarse,
quando chega o momento
de, então, vir à baila.

É como o que se repete
sempre nas alvoradas
quando a luz vira portento
cheia de afã e classe:
só depois de ir comendo
a noite, pelas beiradas.


8 de junho de 2018

Na madrugada

Tela: Kuutamo (1890), Elin Danielson-Gambogi

O amor é desses bens caros
que muita gente tem herdado
sem por eles pagar vintém.

Com alto valor de mercado,
só o ostentam, desavisados -
atraindo a cobiça de alguém.

Não são como o céu: sensato,
que exibe seu broche dourado
quando se vê quase ninguém.


7 de junho de 2018

Grilhões

Foto de Jürgen from Sandesneben, Germany

Na grama, jaz uma abelhinha
e a flor, que não ia nem vinha,
põe-se a antecipar a necropsia:
talhada a serva de uma rainha,
não mel, mas céu (se saberia)
era o que tinha em perspectiva.


6 de junho de 2018

Reminiscência

Imagem: The Gate of Memory (1853-57),
Dante Gabriel Rossetti

É acidental a acolhida
nesse claustro
de onde não vai sair.

E compulsória a visita
a tanto incauto
que vive recluso ali.


5 de junho de 2018

Embustes

Foto de James Petts from London, England

Para P. L.

Pra pose de ensimesmado,
te falta o vigor patente.
Teu segredo é mal-guardado,
como o do broto à frente -
que embora esteja fechado,
conta o que traz latente.


4 de junho de 2018

Miopia

Tela: Måneskinn (Moonlight) - 1895 - Edvard Munch

No olhar do amigo há anos
mergulha inteira, a lua.
Ele contudo - salvo engano -
nunca vê essa fortuna,
pois sempre distorce o plano
mesmo quando ela muda.


2 de junho de 2018

O Acrobata

Tela: Закат (Sunset) - 1890-95 - Arkhip Kuindzhi

Para P. L.

Da impossibilidade,
o sol a mim confidencia
ao se pôr - debalde -
equilibrando numa linha
até cair mais tarde
e só se erguer noutro dia.


31 de maio de 2018

Alpino

Tela: Hoher Göll im Alpenglühen (Hoher Goell in Alpine Glow) - 1846 - Carl Rottmann

Enquanto a tardinha tremula
e a vista esboça um adeus,
ele, impassível figura,
a tantos assim pareceu
que algo em si dissimula.

Mas eis que desfralda o breu
e nesse divã ante a lua
revela o recôndito eu
que sua feição sempre dura
é aquilo que há de mais seu.


30 de maio de 2018

Ladina

Tela: Lake with Castle on a Hill (1787), Joseph Wright

Por escorrer entre os dedos
o que tem na mão a noite toda,
pelo luar, não cria apego -
e amanhece tranquila, a lagoa.


29 de maio de 2018

Contrassenso

Tela: La Vague (The Wave) - 1896 - William-Adolphe Bouguereau

É por pudor ou veleidade
que o mar tanto refreia
justo quando o clima arde
seus avanços sobre a areia?


28 de maio de 2018

A barreira

Foto de Smihael

Para P. L.

Embora a pose polida
leve alguns ao engano,
toda flor é permissiva:
o que não se ressabia
desfruta de seu âmago.


27 de maio de 2018

Vista grossa

Tela: Moonlight (1902), Lionel Walden

Para P. L.

Ao mar, tudo é perdoável
ante a alta sede da lua:
uma fonte de afeto instável
é melhor do que nenhuma.


26 de maio de 2018

Colheitas

Tela: Gather Ye Rosebuds While Ye May (1909), John William Waterhouse

O que bem se quer, logo pegam -
não fica plantado, de molho.
Essa é a lição que alguns levam
daquele jardim sem adornos.


25 de maio de 2018

Afeição

Tela: Sonnenuntergang (1891), Franz von Stuck

Bem à hora do lusco-fusco
vê-se algo que fica claro:
até pra luz o adeus é duro,
pois se delonga no abraço.


23 de maio de 2018

Nome aos bois

Tela: La Belle Dame Sans Merci (1893), John William Waterhouse

Aferrar-se à tua Fé
e esconjurar o feitiço -
pra quê esse engano?

Se te caem aos pés,
que alcunha pra isso,
a não ser encanto?


22 de maio de 2018

Rumos

Imagem: Two astronomers with Instrument (quadrant) (detail),
astrological-astronomical manuscript compilation (Latin).
Prague (Workshop of Wenceslas)
- 1392-94 -
Fonte: Austrian National Library

De uma altura bem remota,
lições a perder de vista:
o sol, ainda que dê voltas,
sempre cruza uma linha.
No breu, caindo em poças,
e a lua sabe onde pisa.


21 de maio de 2018

O adorno

Tela: Jeune fille au ruban - Henri Lucien Doucet (1856-1895)

Pra tecer a ilusão, um alfaiate
está à mão de toda mente.
Contudo, à hora do arremate,
não se guarnece a cliente.
Esperança, então, se ajusta ao traje
da que só fatos não convencem.


20 de maio de 2018

Porfia

Tela: Mid-Channel, Thomas Somerscales (1842-1927)

É a um mar de incertezas
que faz face a lua -
se hora alguma fraqueja,
todo o tempo tremula!


19 de maio de 2018

No outono

Foto de Dietmar Rabich

Não importa o quanto ela ceda
a saliva, o sangue, a seiva
elas mudam o tom - ficam secas -
e nessa hora, quando chega,
a seus dedos, então sem firmeza,
resta vê-las partir com leveza.
(Impotência é a lição azeda
que um dia tomei da natureza.)


18 de maio de 2018

Antidiva

Tela: Le Printemps (avant 1855), Alexandre Louis Patry
Foto de Ji-Elle

Os olhos verdes do cenário
não comovem a Primavera
nem com todo o seu teatro.
Prima-dona às avessas,
ela responde por seus atos:
chega e vai na hora certa!


17 de maio de 2018

Imagens

Tela: River Scene at Night - 19th century - Elias Childe

É aspiração - desconfio -
de quem, anos a fio,
leva no peito tinindo
alguém nunca mais visto;

a inconstância de um rio
que, com o dia luzindo,
apaga de fio a pavio
a que teve à noite consigo.


16 de maio de 2018

Recepção

Tela: Sunset by William Louis Sonntag Sr.

Anfitriãs, há poucas
como a paisagem,
que tolera uma visita
de pavio curto
sem dizer palavra:

de ponta a ponta,
deixa à vontade
quem está na partida,
ao crepúsculo,
menos esquentada.


15 de maio de 2018

Lêvedos

Tela: Le Goûter (1880), Léon Bazille Perrault

Para P. L.

Qual um pão, por inteiro,
ao ser bem-preparado
sem ter tudo a contento,
e que se vê levedado,

no amor, quem tem menos
não se faz de rogado:
dar-se ao outro é fermento
que o deixa aumentado.


Finesse

Tela: Die Verstoßene (The outcast) - 1495 - Sandro Botticelli

Não é de repente que chega,
pois prenuncia a si mesma:
seja com toques de trombeta
e uns batedores na dianteira
ou tateando a área inteira -
de modo sutil, mas que a vejam.
Se lhe dão as costas, com rudeza,
não a culpem de "indelicadeza":
na perda, é raro haver surpresa.


14 de maio de 2018

Presunção

Tela: Les quatre saisons - Le Printemps (Four Seasons - Spring)
- 1897 - Alphonse Mucha

Ergue o Inverno
palmas ressequidas
e o atende (é bem típico)
a Primavera, generosa.

Orna-o decerto
com sua estamparia
apliques muito finos
berloques de fora a fora.

Por fim, o esperto
a deixa exaurida
mas, pra ele, é tranquilo -
pois sempre ela volta.


13 de maio de 2018

Variações

Tela: Mountain landscape with lightning (1675), Francisque Millet

Trovão é rufar de tambor
que introduz a tempestade,
um interlúdio dos enleios.

Porém, toque assustador
- melodia da calamidade -
só nas notas do silêncio.


11 de maio de 2018

Pertinácias

Foto de ManojKRacherla

É indício de soberba
achar que, pela teima,
se altera a rota alheia.

Mil beijos da abelha
e a flor segue ilesa:
não se move uma nesga.


10 de maio de 2018

Ato heroico

Tela: Clearing Up, Coast of Sicily (1847), Andreas Achenbach

Todos vão se admirando
porque vence o negrume
e, depois, brilha a pleno.

Mas render-se ao oceano
abdicando de seu lume
é que é o gesto extremo!


9 de maio de 2018

Insinuante

Tela: Abendidylle (Evening idyll) - 1883 - Egide François Leemans

Para H.

O real tem muitos lados.
Um é a eventualidade:
algo que pode acontecer.

Cabe ser forte, ao lago
por ver na lua, veleidade -
pois ela nunca vai descer.


8 de maio de 2018

A Noite

Tela: Moonrise (1893), David Davies

Vem a matrona severa
e o panorama se preza
de satisfazê-la depressa:
silêncio, se admoesta
sereno, na parte externa
soturnas, as sentinelas.

Quando tudo se aquieta
- pondo fim às querelas -
vai embora, a austera
e a vista se desespera
por não ter garras certas
pra deter a partida dela.


4 de maio de 2018

Gratuito

Tela: Le Guêpier (The Wasp's Nest) - 1892 -
William-Adolphe Bouguereau

Malsucedido é o labor
por aquilo tudo
que não se gesta na terra.

Não tem raízes, o amor,
mas dá frutos:
sua semeadura é etérea.


Infortúnios

Tela: Apollo pursuing Daphne,
Domenichino and workshop (1581-1641)

O que olha, se enxerga,
conclui bem às pressas
que palmas tão abertas
mendigam - é coisa certa.

E há as que, às cegas,
se alheiam à miséria:
de afeto, vêm repletas
a quem recusa a oferta.


2 de maio de 2018

Confiança

Tela: Starry Night (1850-65), Jean-François Millet

Ah! Com que calma (a toda prova)
saçarica a noite, desenvolta:
poder dar as costas na aurora,
porque, no regresso, cada joia
estará no lugar - como foi posta.


29 de abril de 2018

Vernal

Foto de Takashi .M from Tokyo, Japan

Não é duro inferir,
se ficou de andanças
na passagem dela:

sabe-se que veio aqui
pelos balangandãs
dispersos na relva.


28 de abril de 2018

Negligentes

Tela: Nocturne in Blue and Silver (ca. 1885), James McNeill Whistler

Há certas gavetas
que, quando se abrem,
não têm rosas secas
nem embalagens
pra evocar quem se quis.

Lembram a Estrela
que, quando parte,
se desleixa
em legar à paisagem
ao menos um souvenir.


27 de abril de 2018

Dedução

Tela: Fishing Party (1850), Fitz Henry Lane

Para H.

Se não garante constância ao cume
nem a raiz de garras muito fundas,

a soledade no porvir, um lago intui
embora a lua, a noite toda, ele possua.


25 de abril de 2018

Arrufo

Tela: Solglöd (Afterglow) - 1909 - Karl Nordström

Sua presença é tão intensa
quanto a duração, efêmera.
Se todos mostram têmpera

quando a retirada é certa,
por dar as costas, a serra
se torna exceção à regra.


23 de abril de 2018

Sangue-frio

Foto de böhringer friedrich

Depois de toda a noite em claro
tecendo trajes finos de brocados
e ver tudo desfeito cedo e rápido
pela estrela de perfil muito cálido
não desanima, o Sereno (algo raro)
de mais tarde refazer seu trabalho.


22 de abril de 2018

Inconstantes

Tela: Rain (1908), Bertha Lum

Para H.

Que parecença alguns mostram
com um céu reticente
que dedos verdes brinda com joias
(uma vez denso, de repente)
mas que depois as leva embora -
justo quando fica quente!