27 de dezembro de 2017

Bruxuleante

Tela: Pokój (1908), Konrad Krzyżanowski - Fonte: Ablakok

Enquanto fica por cima
e embaixo a parafina chora,
a chama não imagina
que baila sobre a sua cova.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário