28 de novembro de 2017

Desencanto

Tela: At the Window (sempstress at the window) - 1890 - Fritz von Uhde

Como a Terra que, na altura da aurora,
já distingue com alguma precisão
a serra do mar; o mar do firmamento
e uma planície do despenhadeiro,

num dia, desperta e cala suas cordas
- como as palmas - a toda expressão
e só um dorso é seu oferecimento
a quem, ávida, se achega do parapeito.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário