29 de setembro de 2017

A estrutura

Imagem: Monkey catching reflection of the Moon
(1926), Ohara Koson

Ser de éter é, da quimera,
a grandeza e a perdição.
Se ganha as altas esferas
e fica longe de um senão;
desfaz-se logo que, nela,
os fatos dão um cutucão.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.