30 de junho de 2017

Preciosa

Tela: Solitude, Jean-Jacques Henner (1829-1905)

Um 'souvenir' imenso é a Ausência:
não cabe em porta-joias ou gaveta.
É só abrir os olhos pra lidar com ela -
e desse jeito a polir, feito uma gema.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.