6 de dezembro de 2016

De passagem

Tela: The Channel at Gravelines, Evening (1890),
Georges-Pierre Seurat

Para Alexandre e Júlio

Difícil é velar o sopro extinto
sem torcer pela ressurreição (como Marta).
Mas quem aporta com ares de partida
nunca estica, da embarcação, a arribada.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário