28 de outubro de 2016

Segredo de polichinelo

Tela: Abschied (circa 1898), Heinrich Vogeler

O que havia por trás de tudo?
Do relógio, do espelho, do armário
da fila do fundo, do último da classe?
Longe se vai o tempo
em que a retaguarda era mistério:
para o que você dá as costas
(infelizmente) sei ao certo.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.