19 de julho de 2016

Sede

Tela: Die Liebenden (1744), Jean-Marc Nattier

Para el

Ele leva um vinho raro
que aos convivas passa alheio.
Da cabaça rude, meu olhar vidrado
não esnoba o recheio.
Se pega um copo, vou no gargalo:
quero o fluido inteiro.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.