7 de julho de 2016

Amor Platônico

Tela: Eastern Point Light (1880), Winslow Homer

Tão seco, retirado, lá na lonjura:
a sombra de um contato só se afigura.
Pra quê dar cabo, se fulgura?
Clarão parco -
mas não deixa minha noite escura.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.