6 de junho de 2016

Um segredo

Tela: Meadow with Poppies (1896), Pál Szinyei Merse

Nunca se sinta em casa,
pra não ficar sem regalias.
Sempre é melhor tratado
quem tem ares de partida.

Por dentro, papoulas bailam,
contudo não perca a linha:
o amor paga com devoção
recém-chegado que mantém a pinta.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.