20 de maio de 2016

Feminino

Tela: Danae (1907), Gustav Klimt

Toda flor tem alma errante:
não nasce pra perecer num capão.
Exagera no perfume e na cor
pelo prazer de desfalecer numa mão.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário