30 de março de 2016

Presságios

Tela: L’Yerres, effet de pluie (1875), Gustave Caillebotte

Quando vai chover,
andorinha dá rasante
sapo salta
formiga cava ninho na grama.

Eu devia ter antevisto
- em tudo que ele não fez -
que havia um adeus
guardado em sua manga.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário