23 de fevereiro de 2016

Lúdica

Imagem: Kunstnerkarneval: Hjerterkonges Maskerade
(1912), Brynjulf Larsson

Vamos brincar com fogo.
Que mal pode haver?
Me empreste de você, um pouco.
Confie, que vai arder.
Uma tarde inteira e eu devolvo.
(Quem é que vai perceber?)
Tenho muito jeito pro jogo:
não me venço, pra você se perder.
Uma mão: faça o meu gosto!
Só pra gente aquecer...
Então, você fica disposto:
cartada que não vou esquecer.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário