27 de outubro de 2015

Vermelha

Imagem: L'Ame du vin (1900) - illustration by Carlos Schwabe
for "Les Fleurs du mal" by Charles Baudelaire

A vida se prova com o corpo.
Febril é a melhor condição.

Sentir o calor do pavio de pólvora
que começa na planta dos pés
e termina na cabeleira driblando a gravidade -
como quem põe num Van de Graaff as suas mãos.

Suor, lágrimas, palpitação:
o que acontece sem esses sintomas é vazio, escuridão.
O que acontece entre um rubor e outro é irrelevante -
apenas intermissão.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário