25 de outubro de 2015

O passeio

Tela: Undergrowth with Two Figures (1890), Vincent van Gogh

Sim: eu encostei no seu braço.
Acha que ia me contentar em olhar?
Você segurava uma caixa branca e imensa -
não tinha como se desviar.
Alguns centímetros de pele e sim:
eu toquei.
Fui com a fé de quem afaga o santo.
O receio de um mergulho em alto-mar.
Eu era a criança de frente pro bolo.
Minha mão provou a sua massa.
Em segundos, meu corpo berrou:
"Nós queremos".
Agora, eu soluço, eu canto.
Dia e noite (você não sabe!)
atravesso de braço dado consigo.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário