16 de agosto de 2015

O refúgio

Tela: Home Dreams (1869), Charles West Cope

Às vezes pisco e os olhos embaçam -
sobretudo o direito.
A catarata chegou? O glaucoma?
Fecho os olhos de novo,
bem devagar,
como quem passa um pano
com cuidado
pro cisco escapar.
E é uma piscada tão lenta
que por um minuto, uma hora
vou pra outro lugar.
Deus! Como é bom!
Lá é como um grande sofá branco
que me engole sem machucar
ou um jardim sem cerca
onde eu corro, corro e corro
e a grama me roça sem eu coçar.
Então, meus olhos se abrem:
não é glaucoma.
Não é catarata.
Não foi nada.
Não foi dessa vez que fiquei por lá.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário