22 de julho de 2015

Necessidade

Tela: Juliet (1888), Philip Hermogenes Calderon

Separados por circunstâncias,
impossível falar contigo.
Não se conforma meu coração intranquilo:
tamborila escondido, em código Morse,
dias a fio.
Um texto batido, enamorado
que jamais será lido (desconfio).
Oh, tempo perdido!
Como detê-lo? Não consigo.
Como quando posso,
durmo quando dá,
mas amar não é opção: consinto.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário