26 de maio de 2015

Dama-da-Noite

Tela: 『古今名婦鏡 遊女勝山』、安達吟光、1886年
(Ginko, the prostitute - Katsuyama)

Notívaga,
marco ponto de ocaso a ocaso.
A todos, inebrio -
há quem queira me botar
na aljava.

Se minha nota fica acima -
e alguns viram a cara -
é pra que chegue meu rasto
até sua casa.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.