22 de maio de 2015

A Ventania e o Ipê

Foto: Ipê-Amarelo em Avaré (São Paulo, BRASIL) - 
Autor: José Reynaldo da Fonseca

Na hora exata,
feito amante bruta e afobada,
lança seu robe ao chão.
Pés insensíveis
sapateiam sobre a estampa -
trama fina, elaborada -
que recatava o corpo esguio.

Agora, tão vulnerável,
recebe beijos ríspidos, gelados
de quem chega correndo
e parte apressada
pra desnudar outras árvores.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.