10 de fevereiro de 2015

Amar

Tela: Girl Holding Lemons (1899), William-Adolphe Bouguereau

Meu amor é fruta azeda
que eu não deveria provar.
Mas a promessa do doce
- tão acesa -
me impõe a me arriscar.

E me lanço em cada gomo,
furto da casca restos de polpa
(nem as sementes eu poupo)
e nada de me alegrar.

Um amor assim
- tão penoso -
eu precisava largar:
em vez da delícia do gozo
sua acidez
só me faz lacrimar.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.