20 de janeiro de 2015

Amor

Tela: Liebespaar (1913), Egon Schiele

A uns, o que é plano
e claro
pra divisar
o outro lado.

A mim, becos
e arbustos -
o que não se vê
e exige tato.

Seu rosto é assim:
imerso na barba,
quis tocar
(paixão no ato).


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.