13 de outubro de 2014

Entre espinhos

Tela: Roses. Marie Krøyer seated in
the deckchair in the garden
by Mrs Bendsen's house
(1893),
Peder Severin Krøyer

Quando menina
vivia de perna arranhada:
"Olhe as roseiras!",
mamãe alertava.
Aviso inútil pra mim.

Agora é a alma
que trago lanhada:
paga
por circular neste mundo -
jardim grande e hostil.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.