1 de outubro de 2014

Apelo

Tela: Madame Kisling (ca.1917), Amedeo Modigliani

Venha me ver de novo:
tô quase pronta.
Mudei muito.
O que viu
foi obra mal-acabada:
evoluí.
Segui o destino
das criaturas de Darwin:
perdi as fraquezas,
me soergui.

Baixei guarda, tom
crista, volume.
Caminho sem estalar
tacos,
discuto sem apontar
dedo.
Virei rainha da leveza.
Da lisura, embaixatriz.

(Tô pela metade -
tenho que admitir.)

Venha me ver de novo.
Você vai se sentir
à vontade:
a vida me achatou
de verdade -
como faz
com quem tá por aqui.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.