1 de outubro de 2014

A Cama

Tela: Le lit (1893), Henri de Toulouse-Lautrec

Uma cama
não é só
uma cama.

É trampolim.
Barca.
Banco de praça.
Mesa de restaurante.
Leito nupcial.

E gente:
fala em hora imprópria,
sai do lugar
e troca de roupa
constantemente.

Vaidosa,
domina o centro
do cômodo
com 2 pepinos
nos olhos:
os travesseiros.

Mas magnânima:
é quem recolhe
no colo largo
os corpos cansados
de um dia inteiro.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário