29 de setembro de 2014

O perdedor

Tela: Regatta at Sainte-Adresse (1867), Claude Monet

Foi correndo na frente
e cansou.
Reduziu pra respirar
um momento
e todo mundo ultrapassou.

É o último lugar.

Os barcos atracados
secando
e o dele ainda
molhado
no esforço de chegar.

Ao longe salvas
palmas, foguetes
e bandeiras
no mastro
pra celebrar os primeiros.

Todos de costas
pra quem ofegante
recolhe os cacos
e solta lágrimas no mar.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário