29 de julho de 2014

Quando

Foto de Tom O Fitz

Deus,
quando sairei do meu castigo?

Quando
saltarei pedras,
poças, meios-fios?
E saltitarei
como as menininhas
contentes
de meias novas
pro colégio?

Quando
escorregarei
de papelão
no tobogã
de grama?
Pagarei pelo leite,
pelo pão
e pegarei meu troco
de chiclete?

Darei cambalhota
nos almofadões,
desenharei com lasca
de tijolo
no cimento?

Quando
levarei pra casa
o balão da festa
que estourará
de madrugada?
Quando
darei risada
com meus primos?

Quando
o novo dia
que nascer
vai me fazer sorrir?

Quando
vou me amarrar um lençol
e voar
pr'um infinito
que não chega,
maior que estes anos,
que este canto,
onde o Senhor
me esqueceu?


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário