28 de julho de 2014

A espera

Tela: Still-life with blue bottle (1917), Roger Fry

A sede
não me escraviza.
Deixo a língua
ficar pesada,
o palato secar
e palavra alguma
nascer
sem tossida.

Então
enfim
me levanto
(o copo tem que ser
transparente) -
2 dedos de água
bastam
pra eu dizer novamente:
"Ele não vem.
Ele não vem".


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário