21 de julho de 2014

A Chegada

Foto de George Hodan

O mestre
vem
quando o discípulo
está pronto -
disseram.

Há 10 anos,
espero o meu.

Meus cabelos
caíram e voltaram,
meus dentes
amarelaram,
ganhei
uma joanete,
a frieza
tomou parte.

Queria antolhos
como o cavalo,
pra só olhar
adiante,
mas a memória
no meu cangote
tem bafo quente,
aconchegante.

Repasso
a última conversa.
Quisera
ser mais simpática.
Os dias
são como prensa:
não se muda
o que foi gravado.

Descobri
uma fechadura,
pela qual
espio sua fala.
Às vezes desisto
dela:
também queria
ter a palavra.

A espera
é pedida amarga,
que tomo,
pois sou forçada.
Tenho medo,
se ela termina,
de não celebrar
sua chegada.

Não ligue
se eu não sorrir:
o tempo
talhou em mim
feição de pedra,
pesada.

Foto de santa delux


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário