28 de junho de 2014

Progressio

Foto de Irene Marie Dorey

Escrito em São Paulo - 15 de junho

A 1ª vez que troquei lâmpada,
não esqueci.
Sacudi na orelha,
rosqueei outra,
apertei interruptor.

Por anos,
morei em casa amarelas.

Vi no jornal:
acabou.
Tudo tem que ser
branco -
sala, cozinha e corredor.

Adeus,
incandescentes.
Enrosco as frias.
(O progressio não tem
coração:
atropela quem sente.)

Foto de Petr Kratochvil


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.