28 de junho de 2014

Madame Klee

Foto de Brunhilde Reinig

Escrito em São Paulo - 21 de junho

Não há nada
harmonioso:
um olho mais em cima,
um peito mais pro lado,
um pé maior que o outro,
barriga projetada.
Mas os lábios
ah...
Pode beijar: meu
nariz
não atrapalha.
Vem pro amasso:
não tenho mãos
decepadas.
Escondi
atrás do dorso,
pra sair bem
no cenário.
Fique: a figura é triste.
Mas o colo promete.
No canto,
um sol vermelho
garante:
tarde fria, enlace quente.


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.