16 de abril de 2014

Descartável

Tela: The Kiss (1907-08), Gustav Klimt

Seus lábios finos
deixaram marca
no copinho plástico.
Fiquei olhando
por 2 minutos
até amassar
e jogar fora.

Não podia deixá-lo
ali
na mesa opaca
de funcionário público.
Pequeno e mudo
me relembrando:
"Ele saiu. Não tá mais
aqui".

Passei tempos
esmagando copos
onde você tocou,
você bebeu.
Tempo demais
vendo largá-los
soltos,
dar meia volta,
me dar as costas,
partir no breu.

Hoje,
lembrei copinhos,
seus lábios finos
e dedos brancos.
Lamentei:
"Não guardei um!",
pra vez em quando
beijar de leve -
fingir que você ficou.
Sentir que você é meu.

Tela: Two Lovers (Arles, 1888) - Vincent van Gogh


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.