12 de março de 2014

In Utero

Fotografia de David Wagner

A hora do banho
é a 2ª melhor
do dia.
E eu gosto de
banho quente.
(Quase pelando.)

Sob o chuveiro
2 braços
de água caem
sobre meus
ombros.
São como o
abraço cheio
de calor
de alguém que quer
me aprovar,
me merecer,
me recompensar.

Difícil sair
logo do banho.

Sob a água
vou pensando...
Vou pescando
e pendurando
no varal
as ideias que
não cansam
de nascer e
me povoar.

Fotografia de Henrik Ørsted

Imersa num
mundo alheio,
onde a umidade
do ar
chega a (...)
- nem sei -,
tudo, tudo
se recoloca
em seu ponto.
É a Paz.
Barulhenta, mas Paz.

Fora do box fumê
é tão real,
cheio de espinhos,
desconfortável.
Descompensado.

Por mim,
ficaria na caixa
úmida
o resto do tempo.
Porque lá fora é
inverno.
Inverno sempre.
Inverno sem fim.

Fotografia de George Hodan


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário