19 de dezembro de 2013

A Católica e as EMOÇÕES de 2013. Feliz 2014!


Ao som do rei Roberto Carlos
e com as imagens dos fatos e das pessoas
que marcaram o ano, A Católica lhe deseja...

... BOAS FESTAS!


(Roberto Carlos, cantor brasileiro, em abril de 2009.
Fotografia de Andréa Farias Farias)



Quando eu estou aqui
Eu vivo esse momento lindo
Olhando pra você
E as mesmas emoções
Sentindo

Nathan de Brito, o menino que fez Papa Francisco chorar
durante a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) -
Julho de 2013 - Fotografia: ACI Digital/ Canção Nova



São tantas já vividas
São momentos
Que eu não esqueci
Detalhes de uma vida
Histórias que eu contei aqui

Benedict XVI announce his Resignation Letter

Bento XVI anuncia a sua renúncia ao Papado
- 11 February 2013 - Fotografia de Andreijoshua



Amigos eu ganhei
Saudades eu senti partindo
E às vezes eu deixei
Você me ver chorar sorrindo

(Nelson Mandela in Johannesburg, Gauteng,
on 13 May 2008 - South Africa The Good News)



Sei tudo que o amor
É capaz de me dar
Eu sei já sofri
Mas não deixo de amar

Milhares de pessoas fazem passeata em homenagem às
mais de 230 pessoas que morreram no incêndio da Boate Kiss
Santa Maria (RS), BRASIL - 29 de janeiro de 2013 - Wilson Dias/ ABr



Se chorei ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi

O ex-deputado federal José Genoino (PT-SP),
condenado no processo conhecido como "mensalão"
Novembro de 2013 - Foto: Ana Paula (acatolica.com)



São tantas já vividas
São momentos que eu não esqueci
Detalhes de uma vida
Histórias que eu contei aqui

Manifestação na Avenida Paulista rumo ao Parque Ibirapuera,
São Paulo (BRASIL) - 23 de junho de 2013 - Foto: Marcelo Camargo/ABr



Mas eu estou aqui
Vivendo esse momento lindo
De frente pra você
E as emoções se repetindo

The Duke and Duchess of Cambridge with Prince George
outside the Lindo Wing of St Mary's Hospital

O Duque e a Duquesa de Cambridge (William e Kate) com Príncipe George
na saída do Hospital Santa Maria, em Londres (Inglaterra)
- 23 de junho de 2013 - Foto: Christopher Neve



Em paz com a vida
E o que ela me traz
Na fé que me faz
Otimista demais

Papa Francisco durante audiência com a Presidenta do Brasil
Dilma Rousseff (detalhe) - 20 de março de 2013 -
Presidência da República/ Roberto Stuckert Filho - ABr



Se chorei ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi

Clube Atlético Mineiro, Campeão da Copa Libertadores da América
- 24 de julho de 2013 - Foto: Site Oficial do time



Se chorei ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi

Cruzeiro Esporte Clube, Tricampeão Brasileiro
- 1º de dezembro de 2013 - Foto: Site Oficial do time



Se chorei ou se sorri
O importante
É que emoções eu vivi

Autorretrato no espelho com a camisa oficial do Cruzeiro de 1993
- 15 de outubro de 2013 - Foto: Ana Paula (acatolica.com)







8 de dezembro de 2013

Cuidar do corpo sim. Mas... SEM esquecer a ALMA

No empenho de nos tornarmos pessoas bonitas por fora,
negligenciamos o esforço de vencer nossas piores inclinações

Depiction of a soul being carried to heaven by two angels
(Representação de uma alma sendo levada para o céu por dois anjos),
William-Adolphe Bouguereau (1825–1905)

Eu já fui espírita kardecista. Nasci num lar católico, mas lá pela minha adolescência nos tornamos kardecistas. Aí, caiu nas minhas mãos a famosa obra "psicografada" pelo "médium" Chico Xavier: Nosso Lar. Não li. Ou melhor: li. As primeiras páginas. E só.

O que me marcou (e nunca mais esqueci) foi que a personagem principal, um homem chamado André Luís, ao chegar ao outro lado, foi chamado de "suicida" e discordou: - Suicida, eu? Vocês estão loucos! Eu morri em um hospital, durante uma cirurgia!

Mais à frente, explicaram a ele que "suicídio" não é só quem pega uma arma e atira contra o peito ou a cabeça; nem somente quem amarra uma corda no pescoço e salta de um banco ou uma árvore; nem apenas quem enche os bolsos de pedras e se afoga num rio - como a escritora Virgínia Woolf. Para a doutrina espírita, suicida é todo aquele que não cuidou do próprio corpo em todos os sentidos.

Por exemplo: um alcoólatra (caso de André Luís); quem come demais; quem é negligente com a própria saúde e não procura o médico quando deveria fazê-lo; fumantes inveterados; consumidores de anabolizantes ou de qualquer outra droga, caso morram devido a isso, são todos considerados suicidas de acordo com o kardecismo. Por quê? Porque não se cuidaram, provocando, de algum modo, a própria morte.

Fotografia de George Hodan