30 de maio de 2011

Da janela lateral

... Vejo "um voo pássaro" e, também, a bandeira do Brasil -
tremulando a favor do vento. Deu vontade de pensar no meu país.
Neste Post: imagens, um poema e uma canção.

Fotografia de Ana Paula~A Católica (acatolica.com)

Fotografia de Ana Paula~A Católica (acatolica.com)

O propósito deste Post é tão singelo...
... Apenas dividir com você, internauta d'A Católica, a vista da minha Janela Lateral. Assistir à bandeira do Brasil tremular lá adiante... Tão distante de mim; me fez lembrar coisas díspares: 1ª) a canção de Ivan Lins e Vitor Martins, Meu País, e 2ª) um poema de Afonso Romano de Sant'Anna: Ser Nacional (1992).

Assim, decidi compartilhar estas três formas de arte, digamos assim, com você: a fotografia, o poema e a canção. O Brasil nos evoca amor. E o comportamento de alguns de nós, brasileiros, dá o que pensar. O que questionar. O que lamentar. Um Post despretensioso. Apenas, refletindo sobre o BRASIL... Saúde e Paz!!

Fotografia de Ana Paula~A Católica (acatolica.com)

Fotografia de Ana Paula~A Católica (acatolica.com)

Fotografia de Ana Paula~A Católica (acatolica.com)

Fotografia de Ana Paula~A Católica (acatolica.com)

Fotografia de Ana Paula~A Católica (acatolica.com)

ser nacional

Neruda dizia cansar-se às vezes de ser homem.
É normal.

Às vezes me canso de ser brasileiro
24 horas por dia. É mortal.

Não que de manhã quisesse ser francês,
comer baguette, no almoço ser italiano
com ravióli ou spaghetti,
e no jantar comer frios alemães
e, belga, comer raclette.

Refiro-me à hora dos impostos.
Pago como americano,
mas quanto aos benefícios
me dão o cano.
Já que pago pedágio
com reincidência francesa,
gostaria de, além de estrada,
ter serviço médico à inglesa.
Gostaria como suíço
de programar a vida, ter controle
da inflação
e das frutas do quintal.
Como japonês, gostaria
de ser duplo: samurai
e com futuro sideral.

Tenho liberdade física, individual
para fazer zorra, chegar tarde, furar sinal,
fraudar imposto,
mas é isto ser brasileiro, afinal?


Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.