9 de março de 2011

A marcha da Quarta-Feira de Cinzas

Uma canção do poeta Vinícius de Moraes e MUITAS fotografias
de carnaval para encerrar o período da Folia e dar
as Boas-Vindas à época de Recolhimento. Acompanhe!

A performer of Maracatu rural, a Brazilian folk dance - Foto de Marcos André

Internauta d'A Católica:

Para usufruir deste Post do Blog, sugiro que faça o seguinte...

... Clique em Play no vídeo do You Tube e enquanto o som rola, você desce a barra de rolagem da tela de seu computador e vai acompanhando a belíssima canção de Vinícius de Moraes. Marcha de Quarta-Feira de Cinzas resultou de sua parceria com Carlos Lyra.

Adeus, carnaval!
Bem-Vinda, Quaresma!

Saúde e Paz!!


Acabou nosso carnaval
Ninguém ouve cantar canções


(Fotografia de 1965, por Karel leermans)

Ninguém passa mais brincando feliz
E nos corações...

(Banda de Ipanema, Rio de Janeiro, Brasil - Fotografia de Allbrazilian)

... Saudades e cinzas foi o que restou

(Fotografia de steenslag)

Pelas ruas o que se vê
É uma gente que nem se vê

(Fotografia de Petr Kratochvil)

Que nem se sorri
Se beija e se abraça

Carnaval de Veneza, Itália
Fotografia de Frank Kovalchek from Anchorage, Alaska, USA

E sai caminhando
Dançando e cantando cantigas de amor

Bloco dos Garis, Carnaval de Olinda, Pernambuco, Brasil
Fotografia de Antônio Cruz - Agência Brasil/ABr

E no entanto é preciso cantar
Mais que nunca é preciso cantar


Margareth Menezes em trio elétrico, Salvador, Bahia, Brasil
Fotografia de Ronaldo Silva/AgecomBahia

É preciso cantar e alegrar a cidade

Jamelão (1913-2008) canta durante espetáculo em 2004
Fotografia de Ana Nascimento - Agência Brasil/ABr

A tristeza que a gente tem
Qualquer dia vai se acabar

Fotografia Dreamstime (Click The Image)

Todos vão sorrir
Voltou a esperança

Bloco de Capoeira, Salvador, Bahia, Brasil
Fotografia de Fabio Rodrigues Pozzebom - Agência Brasil/ABr

É o povo que dança
Contente da vida, feliz a cantar

Bloco de rua, Carnaval de Olinda, Pernambuco, Brasil
Fotografia de Antônio Cruz - Agência Brasil/ABr

Porque são tantas coisas azuis
E há tão grandes promessas de luz

Bloco de Capoeira, Carnaval de Salvador, Bahia, Brasil
Fotografia de Antônio Cruz - Agência Brasil/ABr

Tanto amor para amar de que a gente nem sabe

Harlequin and Columbine from the mime theater at Tivoli, Denmark
Fotografia de Malene Thyssen

Quem me dera viver pra ver
E brincar outros carnavais

Bloco de rua, Carnaval de Olinda, Pernambuco, Brasil
Fotografia de Antônio Cruz - Agência Brasil/ABr

Com a beleza dos velhos carnavais
Que marchas tão lindas

Família russa Gavronsky em festa à fantasia em Paris, França (1925) - Anônimo

E o povo cantando seu canto de paz

Negros dançando fandango (jongo) no Campo de Santana,
Rio de Janeiro, Brasil (1822) - Obra atibuída a Augustus Earle

Seu canto de paz

Pomba da Paz - Presente do Papa João Paulo II
na visita à sede das Nações Unidas, em 1979 - Fotografia de Gryffindor2


~Ana Paula~A Católica
Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Um comentário:

  1. Adorei! Que lindo! Fez-me ver o carnaval c outros olhos. Uma festa bonita que infelizmente mtas pessoas nao estao sabendo viver. Como era no passado: diversao com respeito e responsabilidade. Parabens! Meg

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.