18 de janeiro de 2011

Homenagem a Três Grandes Artistas

ROCK HUDSON - 1925-1985
Cena do trailer do filme Assim Caminha a Humanidade (Giant), de 1956

CAZUZA - 1958-1990
Imagem: CAFé Simone Pedaços (original version), remix pelo uploader

RENATO RUSSO - 1960-1996
Fotografia: Memorial Renato Russo

Acabei de assistir a um documentário no canal de TV a cabo GNT sobre a vida e a carreira do ator norte-americano Rock Hudson. Hudson atuou em filmes inesquecíveis, como: Assim Caminha a Humanidade (Giant, 1956) e Quando Setembro Vier (Come September, 1961). Ele morreu de Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, mundialmente conhecida como Aids.

Sua história me fez pensar em dois artistas estupendos dos anos 1980 no Brasil: os cariocas Renato Russo e Cazuza. Ambos também morreram de Aids. Vidas que se foram tão cedo. E vidas de gente que contribuiu, que não passou por aqui simplesmente: pessoas que existiram e deixaram um rasto de sonhos e de luz. Aos três, a homenagem singela e sincera d'A Católica.

Todos os dias quando acordo
Não tenho mais
O tempo que passou
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo

Todos os dias
Antes de dormir
Lembro e esqueço
Como foi o dia
Sempre em frente
Não temos tempo a perder

Nosso suor sagrado
É bem mais belo
Que esse sangue amargo
E tão sério
E selvagem, selvagem
Selvagem

Veja o sol
Dessa manhã tão cinza
A tempestade que chega
É da cor dos teus olhos
Castanhos

Então me abraça forte
E diz mais uma vez
Que já estamos
Distantes de tudo

Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo

Não tenho medo do escuro
Mas deixe as luzes
Acesas agora

O que foi escondido
É o que se escondeu
E o que foi prometido
Ninguém prometeu
Nem foi tempo perdido

Somos tão jovens, tão jovens
Tão jovens


Tempo Perdido é uma composição de Renato Russo, vocalista da banda de rock brasileira Legião Urbana.


~Ana Paula~A Católica
Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.