7 de dezembro de 2010

VIVA NOSSA SENHORA, MÃE, RAINHA... E IMACULADA!!!

Maria, Santa e Imaculada, obrigada porque sua imagem, sob esse título,
surgiu no rio Paraíba, aqui no Brasil, como sinal de prodígios e milagres
para todo o povo brasileiro! Mãe Soberana e Generosa!
Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Rogai por Nós!

Daqui a poucos minutos, dia 8 de dezembro, a Igreja Católica celebrará, pela 1ª vez no Ano Litúrgico (calendário católico, que se inicia entre novembro e dezembro, com a celebração do Advento), um ofício solene a Nossa Senhora, a "Mãe de Deus e Nossa", a Virgem Maria. Daqui a instantes, celebraremos a Imaculada Conceição de Nossa Senhora. (Mas... O que vem a ser esse título?)

Imaculada significa "pura" e Conceição, "geração, concepção". Traduzindo, de acordo com Um Santo para Cada Dia (Paulus, 1996):

O pecado original é uma realidade misteriosa e pouco evidente para nós enquanto comporta um prolongamento da culpa dos progenitores a todos nós. Neste dia nós o consideramos na sua conspícua exceção ou melhor no seu singular privilégio concedido a Maria, que foi dele preservada desde o primeiro instante de sua concepção, de sua existência humana.

Em outros termos: ao contrário de mim e de você, a mãe de Jesus Cristo foi "concebida sem pecado original" - e nada mais justo, visto que, se "pelo fruto se reconhece a árvore", o Filho de Deus só poderia ser gerado no ventre de uma mulher singular, exemplar único na história da humanidade.

Desde pelo menos a Idade Média, como o comprova a origem do célebre Ofício da Imaculada Conceição ou Ofício de Nossa Senhora*, essa condição da Virgem Maria é reconhecida e aclamada pelo povo de Deus. Contudo, apenas em 1854, o Papa Pio IX na bula (importante documento papal) Ineffabilis Deus, declarou-a como dogma, ou seja, como "ponto fundamental e indiscutível" da fé católica.

Isso posto e exposto, só resta a esta Bloggueira que lhe escreve convidá-lo(a) a, junto a mim, invocar Nossa Senhora sob esse precioso título, através da oração a seguir (extraída de Os Cinco Minutos dos Santos, Editora Ave-Maria, 2006).

Boa celebração!! Saúde e Paz!!

Ó Maria, Senhora do mundo, a nenhum pecador desamparais nem desprezais.
Olhai-me com piedade e alcançai-me de vosso amado Filho
o perdão dos pecados,
bem como a mais autêntica alegria pela vida,
para que eu, que agora venero com devoção vossa santa Imaculada Conceição,
possa saborear desde já as bem-aventuranças
por mercê de vosso bendito Filho Jesus Cristo, Nosso Senhor,
que com o Pai e o Espírito Santo vive e reina para sempre. Amém.


*Conforme a bonita edição do Ofício da Imaculada Conceição da Comunidade Canção Nova (2004), ele "foi escrito antes da definição do dogma, na Itália, século XV, por Bernardino de Bustis, com a aprovação do Papa Inocêncio XI em 1678, e enriquecido por Pio IX [Sumo Pontífice de 1846 a 1878] em 31 de março de 1876. Uma antiga tradição diz que Nossa Senhora se ajoelha no céu, quando alguém na Terra reza o Ofício".

Imagem: The Immaculate Conception of the Venerable Ones (1678), de Bartolomé Esteban Murillo


~Ana Paula~A Católica
Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Um comentário:

  1. Ana Paula, que magnífico post. Adorei, mesmo. é daqueles que eu gosto muito por ser bem explicativo. Eu tinha um evangelho apócrifo que narrava toda a concepção da virgem Maria. Que maravilhos! Eu rezava dede pequena: "Ó Maria concebida sem pecado"... e pensava: mas, não é Jesus, o único cocebido sem pecado? Depois de ter lido toda a concepção dela é que eu pude entender. A igreja se calavamuitoé nós não tínhamos esse acesso de hoje. Ana Paula, acabei de postar nos meus dois blogs. Abração!

    ResponderExcluir