2 de dezembro de 2010

NÃO EXISTE milagre instantâneo para problemas difíceis

Ouvimos com pesar a notícia sobre o ator que teria recaído no uso de drogas:
reeducar o organismo NÃO acontece de uma hora para outra.
O milagre de Jesus, nesse caso, só se dá com o tempo

Ouvi dizer que um ator famoso, galã de uma emissora de TV aqui no Brasil, "teve uma recaída" no uso de drogas (lê-se: cocaína) e teria sido afastado do elenco de uma das próximas novelas do canal. Fiquei triste por ele e pela namorada, que estaria grávida. Embora, tenha que admitir que não me surpreendi. No ano passado ou no final de 2008 - não sei agora ao certo -, o artista admitiu o vício. Contudo, quando o fez, foi apenas para declarar que "já o tinha superado".

Nós temos uma pressa de ser bem-sucedidos, né? Uma pressa de correr para o telefone, a Internet - OU, no caso das celebridades, para um veículo de comunicação -, a fim de bradar a nossa "vitória" aos quatro ventos: "Olhe, eu estive mal, mas já estou bem, viu? Tudo está resolvido". Só que as coisas todas - não conheço exceção a esta regra - têm o seu tempo. Um tempo que chamo de tempo de Deus.

Padre Léo - xi... Lá vem ele de novo! Mau Amado e Saudoso diretor espiritual - dizia algo que, vira e mexe, brado para o meu marido: "Para problema difícil, a solução é difícil". SE se leva um tempo para ficar viciado em algo - ninguém toma um único copo de cerveja e vira alcoólatra no dia seguinte -, SE a dependência de cigarro, álcool, heroína, cocaína, maconha, etc. leva tempo para se firmar, COMO a cura disso pode se dar em um ano ou alguns meses em uma "clínica de reabilitação"? Impossível.

O mesmo trabalho que se teve para habituar o organismo ao uso do entorpecente (ninguém nasce gostando de cigarro, cerveja e cocaína) é, no mínimo, o mesmo que deverá ser despendido para limpar o nosso corpo dessas sujeiras todas. Engraçado. Posso estar errada. E, caso eu esteja, sinta-se à vontade para me enviar um e-mail, a fim de me corrigir. Bem, na Bíblia, não há um relato de Jesus curando um viciado. Ou há? Não me recordo.

"Tendo João, em sua prisão, ouvido falar das obras de Cristo, mandou-lhe dizer pelos seus discípulos: 'Sois vós aquele que deve vir, ou devemos esperar por outro?'. Respondeu-lhes Jesus: 'Ide e contai a João o que ouvistes e o que vistes: os cegos veem, os coxos andam, os leprosos são limpos, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam, o Evangelho é anunciado aos pobres...'." (Mt 11, 2-5; Lc 7, 18-22)

Para você meditar comigo: com os milagres que escolheu fazer, Jesus nos mostra que o cego ver, o coxo andar, os leprosos se livrarem de seus machucados, os surdos ouvirem e os mortos ressuscitarem, tudo isso é mais fácil do que vencer uma disposição que criamos no nosso organismo para o pecado, para o erro, para o mau. Para se vencer o hábito inveterado de fumar, beber ou consumir drogas como a cocaína, também existem milagres, ENTRETANTO não são instantâneos. Esse tipo de cura, Jesus só faz com o tempo.

Fotografia de Erskine Rivera MErskine

E olhe que interessante: nós também, somos todos viciados. Viciados na fofoca, na mentira, na indiferença, no desprezo, na maledicência, na murmuração, no lamento, nos palavrões, na má vontade, na inveja, no egoísmo, na falta de paciência, no orgulho, na pretensão...
... E ficamos arrasados quando nos deparamos com a nossa dificuldade em superar todos esses hábitos arraigados (do dedão do pé à ponto do fio de cabelo mais comprido da nossa cabeça).

Então, é hora de, humildemente, nos colocarmos no lugar do ator que mencionei no início deste Post. Você acha que ele é "sem-vergonha", "malandro"? Que - caso seja verdade - ele voltou a cheirar cocaína, porque quer?

E aqui me lembro das considerações de São Paulo na Epístola aos Gálatas:

"Digo, pois: deixai-vos conduzir pelo Espírito, e não satisfareis os apetites da carne. Porque os desejos da carne se opõem aos do Espírito, e estes aos da carne; pois são contrários uns aos outros. É por isso que não fazeis o que quereríeis. Se, porém, vos deixais guiar pelo Espírito, não estais sob a lei.

Ora, as obras da carne são estas: fornicação, impureza, libertinagem, idolatria, superstição, inimizades, brigas, ciúmes, ódio, ambição, discórdias, partidos, invejas, bebedeiras, orgias e outras coisas semelhantes. Dessas coisas vos previno, como já vos preveni: os que as praticarem não herdarão o Reino de Deus!

Ao contrário, o fruto do Espírito é caridade, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, brandura, temperança. Contra estas coisas não há lei" (Gl 5, 16-23).

Pois eu digo a você: eu não fofoco, porque quero; não sinto desprezo por quem não gosto, porque quero; não sou egoísta, porque quero; não reclamo da vida e das coisas, porque quero. Todas essas más inclinações em mim acontecem por puro hábito, por excesso de prazo em viver com elas e alimentá-las. Não vou deixar de ser assim, só porque fiz penitência de joelhos até o Santuário de Nossa Senhora Aparecida ou porque rezei uma novena, por maior que fosse o meu fervor em peregrinar ou rezar 9 dias seguidos.

Tem gente que "briga com Deus", que perde a fé, porque apesar de tanta oração e promessa o filho ou o marido, a filha ou a esposa seguem viciados. "Problema difícil, solução difícil."

Leva-se anos para necessitar de cigarro, álcool ou droga para, só então, conseguir "relaxar", "sentir-se bem". Leva-se anos para acostumar-se a telefonar para alguém apenas para contar o infortúnio alheio - e, o que é pior: sentir prazer com isto, com "a pimenta no olho do irmão". COMO, de uma hora para a outra, limpa-se o pulmão, o fígado, o cérebro e, principalmente, o coração de toda essa porcaria? Impossível.

Digo: impossível de uma hora para a outra. Desse modo, se o tal galã tivesse procurado aquele programa de TV no final de 2008 ou no ano passado - não sei a época exata - para dizer que "estava limpo das drogas, depois de um período razoável de orações e tratamento", teria sido mais crível. Porém, entre a notícia do vício (que foi até capa de revista) e a aparição dele declarando-se "curado", o intervalo de tempo foi excessivamente curto.

Serão necessários anos de luta para bater o desejo de cheirar cocaína - não somente um ano ou alguns meses. Assim como eu: anos de luta estão por vir, para eu bater a tendência à fofoca, ao pessimismo, ao egoísmo. Que Deus nos ajude! A mim, ao ator e, caso também se reconheça um(a) pecador(a), que Ele também ampare você nesse desafio. Saúde e Paz!!


~Ana Paula~A Católica
Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Um comentário:

  1. MUITO BOM ! Adorei o seu blog ! Visite o meu blog sobre tênis e retribua o comentário ! : breakpointbrasil.blogspot.com/ - SIGA MEU BLOG E MEU TWITTER, que eu sigo o seu de volta !twitter @breakpointbr, caso queira seguir. Se puder me liste :-)

    Obrigado !

    ResponderExcluir