25 de setembro de 2010

Um Post para Refrescar

Eis um poeminha (inha mesmo!) que escrevi em 26 de abril de 1999:
A Fábula da Frutinha

Era uma frutinha
Tão vermelhinha,
Tão bonitinha –
Queimadinha de sol.

Ficara exposta
Na árvore,
Sob a chuva e no vento –
A ver todo o mundo a girar.

Chegou a um ponto em que
- Coitadinha –
De tão madurinha,
Estava prestes a murchar.

Então,
Veio alguém e espremeu
A sua carinha vermelha,
Espremeu tanto, tanto...

Como se quisesse extrair
A alma daquela frutinha.

Mas tudo que conseguiu
Foi uma gota docinha,
Que veio da polpa até os dedos...

... E terminou
Pingada no chão.


Imagem: Anna Cervova (Click The Image)

~Ana Paula~A Católica
Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário