3 de setembro de 2010

O que animava João Paulo II

Hey, internauta!!

Fim de semana e feriado prolongado à vista aqui no Brasil (7 de Setembro: Dia da Independência), e eu resolvi fazer um Post aparentemente leve. Mas, que pode fazê-lo pensar!

Durante a pesquisa para minha monografia, que versou sobre o Vaticano no Direito Internacional, encontrei um livrinho interessantíssimo, que Recomendo com R maiúsculo: O incrível livro do Vaticano e curiosidades papais (Editora Santuário, 2003), do escritor e articulista Nino Lo Bello. Ótimo para você presentear um católico - que goste de ler, claro - ou para pôr na sua própria biblioteca de Teologia e obras afins mesmo.

Bem, selecionei do livro, para você, o trecho sobre a obra literária que nosso estimado e saudoso Papa João Paulo II (pontífice de 1978 a 2005) tinha emoldurada e pendurada em seu escritório - apartamento que dava para a Praça de São Pedro, no Vaticano, como Nino Lo Bello fez questão de especificar.

Trata-se de Desiderata (1927), do poeta norte-americano Max Ehrmann. Divirta-se! E, sobretudo, reflita!


EVITA as pessoas espalhafatosas e agressivas,
elas são inquietações para o espírito.


Deleita-te com teus empreendimentos
e também com teus planos.


Procura manter-te interessado em tua própria carreira,
ainda que humilde;
é um bem real nas vicissitudes da VIDA.


Não fiques cego às virtudes que existem;
muitas pessoas lutam por grandes ideais;
e em toda parte a vida está cheia de heroísmos.


Sê o que és.
Principalmente, não finjas afeição.


Alimenta a força do espírito para
te protegeres nas desgraças repentinas.


Não te aflijas com imaginações.
Muitos medos nascem da fadiga e da solidão.
Acima de uma sadia disciplina,
sê gentil contigo mesmo.


Bom descanso no Feriadão! VIVA O BRASIL!!! Saúde e Paz!


Imagem: Internet

~Ana Paula~A Católica
Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

2 comentários:

  1. Grande Desiderata! Tenho o texto (em ingles!!) na porta do meu armario!!! Beijao

    ResponderExcluir
  2. Salve Maria!

    Não é de se espantar a quantas anda a nossa amada Igreja... um Papa com obras de tantos Santos para ler e aí sim "emoldurá-las"! O que faz? Dá mais ênfase a um
    filósofo protestante... o que teria nesta obra, que numa obra de Santo Agostinho, ou de São Tomás de Aquino, ou de Santa Teresa D'àvila, ou São João da Cruz não teria de bom e infinitamente melhor e realmente "Desiderata"???


    Por isto a Igreja padece e somente a promessa de Cristo a sustenta:
    "As portas do inferno não prevalescerão contra ela!"

    Fiquemos com Deus!

    ResponderExcluir