11 de setembro de 2010

Homenagem aos Católicos Não-Praticantes

Andréa Cristina quase não vai à Igreja, mas, de longe,
é melhor cristã do que eu... (Na foto, nós duas no metrô de Sampa)

Um dos CDs católicos de que MAIS GOSTO, ouço sem parar e torço para, num dia, haver decorado TODAS AS CANÇÕES é: Um certo Galileu I, do inteligentíssimo e Excelente compositor e escritor Padre Zezinho, scj. Mon Dieu!... Mesmo que você, que estiver lendo este Post, não seja um católico, mas goste de boa música, de belas letras, enfim, de composições que inspiram... TEM QUE ouvir esse CD, que elenca dez canções magistrais.

A minha favorita é a de número 3: Cantiga por Francisco.

Meu amigo viveu sem ter nada
Por esposa escolheu a pobreza,
Era jovem demais o menino!
Não podia ter tanta certeza.

Foi assim que ele abriu um caminho
Para quem quer viver só de amor.
Não ficou muito tempo sozinho,
Gente nova o seguiu com fervor.

Linda, linda canção!...

... MAS, o Post de hoje é para mencionar uma outra. A Faixa 5 do CD: Cantiga por um Ateu. Que letra! Uau. Faz pensar e, também, corar o rosto... De vergonha! Confira:

Por este amigo meu
Que a sua fé perdeu,
Naquele mesmo dia eu fui rezar.

E a minha prece amiga
Gerou esta cantiga
Que eu fiz pensando muito
Em meu país cristão.

Às vezes muita gente
Não crê no que acredita
E afasta o seu irmão da religião.


Glup! Glup! Dá até para engolir seco depois de ouvir esses versos.

Mon Dieu: quantas, quantas, quantas vezes eu ajo nesta Linda Vida como se fosse ateia! Ou melhor: como alguém que não crê no que acredita e, por isso, afasta o irmão da religião.

Visto camisetas de Jesus Cristo (vide esta figura que vos escreve na foto acima, dentro do metrô de São Paulo, em agosto deste ano), mas: esbravejo, murmuro, falo mal dos outros, julgo precipitadamente, guardo mágoa, cultivo um canteirinho de ressentimento no meu coração, não perdoo... Enfim: NOTA ZERO como Católica Praticante!!!

Ei: não tenho vergonha nenhuma de admitir isso, haja vista que aprendi com meu Amado e Saudoso Padre Léo que a gente tem que... TIRAR AS MÁSCARAS, ou seja, assumirmos quem somos e como somos. Assim, apesar de ser Católica (com C maiúsculo) e Muito Feliz por isso, meus dias são um constante cair, levantar, cair, levantar, cair, levantar, cair, levantar. E o maior dos meus pecados é a Ira!!!

Ô pessoinha pra se enraivecer com facilidade!... Vai ser fácil de perder a paciência desse jeito lá em Belo Horizonte!! Só o Padre Léo (talvez) ganharia de mim em CPPMS. Ops. Não sabe o que é isso? É a sigla de Capacidade de Perder a Paciência Num Milionésimo de Segundo. Êta nóis.

Também não vou ficar aqui me "detonando" pra você, né? Só escrevi tudo isso, me rebaixei, me humilhei (até o chão), a fim de enaltecer a minha irmã, Andréa Cristina, que faz aniversário nos próximo dia 12. Doze de Setembro, dia de São Guido, que, segundo o ótimo livro Um Santo para Cada Dia (Paulus, 1996):

Dois séculos antes que o pobrezinho de Assis [o santinho a quem Padre Zezinho dedicou "Cantiga por Francisco"] celebrasse as núpcias com a Senhora Pobreza, outro santo, menos conhecido, tinha advertido sobre o perigo que o dinheiro traz às almas; também quando se reveste de nobres intenções, como o desejo de socorrer os indigentes com as esmolas.

Andréa não é Católica Praticante,
mas o Cristina em seu nome tem a sua razão de ser.


Não falam que no nome já vem embutida a Missão? Jesus não significa "Salvador"? Maria não é "Soberana"? Paulo não é "Pequeno" ou "Humilde"? Abraão não é "Pai de uma Multidão"? Pois então. Cristina é uma variação de "Cristã". E cristã ou cristão, segundo o dicionário, é a pessoa que "professa a religião de Cristo".

Desse modo, mesmo sem ir com frequência à Igreja, minha irmã é CRISTINA na plenitude dessa palavra.

Para começar, a profissão dela é de uma nobreza (vou corrigir: Nobreza, com N maiúsculo)!... Minha irmã é Terapeuta Ocupacional. Ela ajuda Doentes Mentais a se expressarem, a se colocarem no mundo, enfim, a existirem com Dignidade.

E Andréa Cristina não se contenta em apenas ir ao trabalho e trabalhar com eles, entre quatro paredes. Não. Minha irmã batalha, vai atrás de museus, teatros, cinemas, a fim de agendar e levar gratuitamente os seus pacientes a esses lugares, para que eles possam interagir socialmente, expandir suas fronteiras de conhecimento e, especialmente, as suas experiências sensoriais.

E como ela é amada pelo seu desempenho profissional! Só você vendo as homenagens que já recebeu!... Em um dos quartos de sua casa, há um quadro enorme com o desenho de seu rosto, que um de seus pacientes fez. Com tinta guache. Cabelos loiros, lábios vermelhos e até os brincos nas orelhas: Andréa Cristina é ultravaidosa!!

Além de trabalhar Com Amor, minha irmã é uma excelente amiga e filha. Não mede esforços para ajudar. Não diz "não". Preocupa-se com o bem-estar das pessoas que estão ao seu redor e tem grande facilidade de expressar o seu amor aos outros através de gestos concretos, em vez de palavras vazias.

Mas, o que eu admiro mesmo nela é, na minha opinião, a Maior das Virtudes Cristãs: a capacidade de perdoar e esquecer. Mon Dieu!... Às vezes, falo com ela: "Andréa, não acredito que você não se lembra do que aquela Fulana fez conosco!!!". "Ih, Ana Paula... Já passou... Deixa pra lá...". Ai, que raiva eu tenho desta habilidade da minha irmã de esquecer o que os outros fizeram de ruim!!...

Enfim, e retomando o tema central deste Post: muitas e muitas e muitas vezes, os autênticos cristãos estão fora da Igreja. SIM: é claro que o ideal é que estivessem dentro Dela, conosco, os Católicos Praticantes. Mas, penso que temos muito a aprender não só com os sermões dos párocos, como também no mundão, com pessoas como a minha irmã, que não são de Teoria, e sim de Prática.

Dessa forma, quero, através dela, homenagear todos os Católicos Não-Praticantes que nos ensinam a ser Cristãos, com C maiúsculo. Muito Obrigada!! E assim como temos muito a aprender com eles, espero mesmo que, num dia, possam perder a timidez, a preguiça ou o medo e adentrar a Igreja, a fim de, junto conosco, entoar cânticos de louvor a Jesus Cristo, Nosso Senhor!!

Obrigada, Senhor, pelo Dom da Vida da minha irmã: Andréa Cristina.

Nossa Senhora da Cabeça, peço a sua intercessão pela saúde dela e de todos os aniversariantes do mês de Setembro. Nossa Senhora da Cabeça, Rogai por Nós!

Oração de Agradecimento
(Livro de Orações, Editora Ave-Maria)

É maravilhoso, Senhor,
ter braços perfeitos
quando há tantos mutilados.
Meus olhos perfeitos
quando há tantos sem luz;
minha voz que canta
quando tantas emudecem;
minhas mãos que trabalham
quando há tantas que mendigam.

É maravilhoso, Senhor,
voltar para casa
quando há tantos
que não têm para onde ir.

É maravilhoso viver,
amar, rir, sonhar,
quando há tantos que sofrem,
odeiam, vivem em pesadelo
e até morrem antes de nascer.

É maravilhoso, Senhor,
ter um Deus em quem crer
quando há tantos que não têm
nem sequer a consolação
de alguma crença.

É maravilhoso, Senhor,
principalmente,
ter tão pouco que pedir
e tanto que agradecer.


Fique com Deus, Caro Internauta! Saúde e Paz!


Imagem: Arquivo de Família

~Ana Paula~A Católica
Importante:

Todos os Poemas escritos e publicados no Blog acatolica.com
são sistematicamente registrados
junto ao Escritório de Direitos Autorais (EDA)
da Fundação Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro (BRASIL).

2 comentários:

  1. Seu sorriso é muito cativante! Ele transpassa pelas escritas desse post e nos cativa. bjbjbjbj!

    ResponderExcluir
  2. Seu texto me fez parar para pensar. Ficar feliz porque o Espírito Santo é capaz de nos tocar quando Ele quer e como Ele quer. Comigo foi assim: fiquei profundamente tocada com o seu texto e igualmente envergonhada por ser católica praticante pela metade.
    Paz e bem,
    Sheila Santos

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem-vindo! Obrigada por participar.