16 de novembro de 2018

Repúdios

Tela: Interior of the Oude Kerk, Delft (1650-52), Emanuel de Witte

Nem sempre o não retumba
como um acorde claro,
que desperta quem se iludia.

Pode a nota de uma recusa
ser tão alta (não é raro),
que nem o cão apanharia.


O déspota

Imagem: Winter (1897), Alfons Mucha

Na hora em que se avizinha
o respeito que ele impõe é tanto,
que se uns somem de vista
outros se encolhem nos cantos.

Só a árvore não se intimida
e desnuda todo o seu encanto:
o robe com que se cobria
vira tapete pra ele ir passando.


15 de novembro de 2018

Urnas

Foto de Tomspro

Enquanto a folha morta
às vistas de uma árvore
jaz sobre o leito do rio;

é privilégio da memória
não ter perto da saudade
o que descansa no olvido.


14 de novembro de 2018

Fardos

Tela: Sommerliche Landschaft mit einer Wäscherin (1895), Karl Millner

O estivador e a lavadeira
aonde vão causam pasmo:
equilibram uma trouxa cheia
sem aparentar cansaço.

Também uma pessoa alheia
segue - mas não é notada.
Sem levantar uma suspeita,
carrega a alma pesada.


13 de novembro de 2018

Era uma vez...

Imagem: 'The Ladies' home journal - 1948 -
N. C. Wyeth (Newell Convers)

Num dia, alguém cruza a via
e toma um outro pela mão.
Fica assim uma alma cativa:
à mercê da nova situação.

Pra Shangri-lá, ela suporia
que iriam juntos desde então.
Mas fará frio onde algo ardia
e a máscara do guia irá ao chão.


12 de novembro de 2018

O Escafandrista

Tela: View on Overschie in Moonlight (1872), Johan Barthold Jongkind

De longe, sem olhar apurado
pras saliências de quem é plana;
o luar lança mão do contato:
quem vai fundo não se engana.


11 de novembro de 2018

Temperança

Imagem: Plate from the book 
Sylva anachoretica Aegypti et Palaestinae
(S. Maria Aegyptiaca) - 1619 -
Abraham Bloemaert & Boetius à Bolswert

Para H.

Quem, com migalhas, lida
nunca se nutre a contento -
porém traz a alma fornida
pra engolir contratempos.

Assim, é melhor companhia
que o generoso, o avarento -
porque dá pouco, na partida,
não causa falta nem lamento.


9 de novembro de 2018

Compreensivo

Tela: Riviergezicht bij maanlicht (River View by Moonlight)
- 1640-50 - Aert van der Neer

Um ímpeto de pertença
e um diverso de fuga
convivem em todo ser.

A um rio, não é ofensa
se, à francesa, a lua
lhe escapa no alvorecer.


8 de novembro de 2018

Podada

Foto de Azmat akbar

Esconde a placidez da planta
a liberdade que ela ansia,
e que a privam, mãos tantas.

Se o jardineiro à luz do dia
com a truculência da lâmina
não a deixa sair da linha;

com o pulso de governanta
ordena às folhas, a ventania
saudações à lua soberana.


7 de novembro de 2018

Altos

Foto de victorgrigas

Por bem-intencionado que seja,
o limite tem um quê de absurdo.
Por cima, os ramos da parreira
acenam - caçoando de um muro.


5 de novembro de 2018

Arrojado

Imagem: Yanagawa in Kai Province (Kōshū Yanagawa), from
the series Souvenirs of Travel II (Tabi miyage dai nishū)
- 1921 - Hasui Kawase

Sobre as pedras, passa o rio.
Na superfície, como é límpido,
parece célere, mas tranquilo -
como quem não vê os riscos.

Assim na borda ou no cimo,
ante humildes e os altivos,
sem deter-se nos desvios
dá-se ao mar desconhecido.


4 de novembro de 2018

O bem

Tela: The Vine - 19th century - Philip Hermogenes Calderon

Se não a possuem ou vive cercada -
ela parece indiferente a tudo.

Até o dia em que, duas mãos, farta
pois mexeram com ela fundo.