14 de dezembro de 2018

Na matina

Tela: Les Larmes de Saint Pierre
(The Tears of Saint Peter) - 1610 - Juan Bautista Mayno

Decerto a noite não queria
sair do posto lá em cima
e o galo assim personifica
com sua voz, que lamuria,
quem no crepúsculo rumina
a dor de ver entrar o dia.


Errante

Imagem: A conjunction of Mercury and Venus,
aligned above the Moon
- Autor: ESO/Y. Beletsky

Embora paire no cimo
com a face no infinito,

reflete a lua consigo
(atada há eras num ciclo)

que podia ser legítimo
abrir mão do mesmo sítio!


13 de dezembro de 2018

Empatia

Foto de GanMed64

O meio-dia e o orvalho
nunca falam a mesma língua.

Enquanto, por outro lado,
a alguns sobra sintonia...

Entende-se bem, o lago,
com a alvorada e a tardinha:

cada qual em seu horário,
ele as acolhe inteirinhas!


Indelicada

Foto de Arian

Há insensatez no bailado
da libélula, por intervir
sem indício de embaraço

na languidez do riacho
que, se parece consentir,
no fundo sente cansaço.


12 de dezembro de 2018

Absorto

Foto de LassenNPS

De se entreter com as estrelas,
ninguém desvia o lago:
nem as inúmeras prendas
que se desprendem do galho;
nem receber de surpresa
de certa barca, um afago.


11 de dezembro de 2018

O aguilhão

Foto de Ivar Leidus

Tanto Ser, da Flor, se acerca
e ela não se põe acerba:
com Abelha ou Vespa é terna
pois assim lhe inflige o néctar.


Excêntrico

Tela: Am Gmündner See (circa 1874), Josef Mayburger

O luar, ante alguns obstáculos,
age de uma maneira adversa:
desfaz-se em fragmentos no lago,
mas encara coeso uma pedra.


Arrebol

Foto de Christian Thiergan

Já bem perto do ocaso,
a Estrela acreditava
que o Céu trocou o traje
só pra despedir de si.

Mas quase n'outro lado
viu na última olhada
que pra Lua, na verdade,
ele se enfeitou assim.


10 de dezembro de 2018

Veemente

Foto de rajagopal

Todo amante que é cioso
está sempre inflamado.
O sol, sem distância boa,
acha meio proveitoso
de ao menos um recado
caloroso pôr na folha.


Mineração

Tela: The Judgement of Midas,
Domenichino and assistants (1581-1641)

O que falseia, preserva
e lhe escapa o genuíno.
Essa bateia às avessas
chama-se Olhar Estrito.


9 de dezembro de 2018

O Espectador

Tela: Skrik (The Scream) - 1895 - Edvard Munch

Na calada da noite há um brado
tão agudo, que começa a subir.
Ganhando asas e halo dourado,
pra que os Céus possam acudir.

Mas sabe um músico aplicado
que notas altas, pra percutir,
exigem ouvido tão apurado
que apenas o cão, vão atingir.


7 de dezembro de 2018

Sentidos

Imagem: Goldener Sonnenring (Augsburger Wunderzeichenbuch — Folio 24?)
- circa 1552 - Unknown

Apenas um olhar sem tato
não sente gosto na rotina:
torce o nariz; não cheira lucro.

Já à vista, o sol nos braços
soa tão bem no dia a dia,
que firmaram um acordo mudo.