22 de janeiro de 2019

Elegia

Tela: Måneskinn over Elben (The Elbe in Moonlight)
- 1841 - Johan Christian Dahl

A lua não vingar na sua órbita
é uma perda que o rio deplora:
"Oxalá fosse eu quem dá o fora,
só pra não vê-la partir na aurora".

Sabe o rio, porém, que ir embora
vem de força maior e despótica:
tudo, pra seu lugar, sempre volta
e sentimentos se vão numa hora!


21 de janeiro de 2019

Pragmatismo

Foto de PJeganathan

Com cilício na cintura
muita Rosa se depura
expiando alguma culpa
por um posto nas Alturas.

Alheia à vida futura
(prática até à medula)
toda Borboleta astuta
o Céu, aqui já desfruta!


20 de janeiro de 2019

Da efusão

Tela: Marie Krøyer maler på Stenbjerg strand (1889),
Peder Severin Krøyer

É instintivo virar-se as costas
pra mãos afeitas em segurar:
pelo excesso de calor da orla,
o mar se acanha e vai recuar.


19 de janeiro de 2019

A folga

Tela: Sunset (1899), Karl Nordström

Circular à luz do dia
são os ossos do ofício
pra muito ente na lida:

até ao pescoço nisso,
arde o Sol pela tardinha
pra largar o seu serviço

e atrás de uma colina
no happy hour, sozinho
se afastar de toda vista.


18 de janeiro de 2019

A refeição

Tela: Strandparti i måneskinn (Man Meditating by the Sea)
- circa 1820 - Johan Christian Dahl

A Noitinha, cheia de afinco,
executa a tarefa dada:
no forro celeste estendido,
botar a bandeja dourada
com manjar etéreo e fino
que só almas ensimesmadas
vão provar por horas a fio,
torcendo pra que a Alvorada
repita o descuido divino
de não recolher apressada
e no hemisfério vizinho
dispor a bandeja ainda farta!


17 de janeiro de 2019

Árido

Imagem: Ame no Kiyomizu-dera (Kiyomizu-dera in rain)
- 1921 - Hasui Kawase

A causa, a Ciência mostra
(e só a uns não contenta)
por que o Paraíso chora
no colo afeito da Terra,

que não obstante devota
com aflição se atenta:
na hora quando ela roga
ele, seco, não se apressa.


16 de janeiro de 2019

Macho

Tela: Piles of French novels (1887), Vincent van Gogh

Como são dóceis, as folhas
ante a figura do vento

cuja altivez logo ecoa
desde o primeiro momento:

ou arrasta umas e outras
da copa (meio violento)

ou aéreo as sobrevoa -
feito um leitor desatento.


15 de janeiro de 2019

Estratagema

Foto de George Hodan

O dente-de-leão perde com gosto
uma queda de braço contra o sopro,
já que a vitória tem custo vultoso:
malbaratar na relva um novo posto.


14 de janeiro de 2019

O pesar

Tela: Hasta luego (1896), Antoni Coll i Pi

O jeito com que levam o féretro
não denuncia o peso que tem.

Nutre o corpo, no sono eterno,
de tudo o que brotou em alguém:

sentimentos robustos, mas ternos
que nessa hora seguem além -

deixando bem distante de etéreo
o sentido que à morte convém.


13 de janeiro de 2019

Intrépido

Tela: La Dordogne (The river La Dordogne in France)
- 1903 - Frits Thaulow

O mar tão imenso
só espanta os bobos.
O rio pequeno
é mais corajoso:

enquanto ao portento
o avanço é custoso
(vai e vem com o vento
e treme indisposto)

o rio, um intento,
não turva dos outros:
até o extremo
lançar-se com gosto!


12 de janeiro de 2019

Algemas

Foto de SKas

Desde a raiz, bem-atada
a flor sonha toda noite
com o que personifica
uma abelha leve e solta:

numa Pátria que é dourada,
ter um ofício muito doce
de lidar com uma Rainha
e servi-la como poucas!


11 de janeiro de 2019

Dignidades

Foto de Vaughan Cornish (1910)

Embora altiva em seu garbo
reconhece, uma colina
que na planície um lago
tem a grandeza distinta:
por tantas vezes, os barcos
lhe ocasionam uma frincha
e é ele, sério e apressado,
que fecha a própria ferida.